Área do associado

Área do associado

Clipagem do dia 13 de maio

13.5.2015

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 13 DE MAIO

 

COLUNISTA CACAU MENEZES – Diário Catarinense

Mandou soltar

Como Cacau divulgou ontem no Jornal do Almoço, despacho do juiz de direito Giancarlo Rossi, de Rio do Sul, que mandou soltar o condenado Fabiano Roque por falta de local e condições da cadeia em Ituporanga, considera o caso vergonhoso e ainda chama o Deap de inoperante.
E a deputada Ada de Luca estufando o peito para dizer que o sistema penitenciário catarinense é modelo no Brasil. Só pode ser modelo de inoperância, como apontou o juiz.

 

ASSUNTO: Previdência na Alesc

VEÍCULO: Diário Catarinense

Veto de Colombo a projeto de previdência de deputados entra na pauta de votação da Alesc

O projeto de previdência da Assembleia Legislativa – o Alescprev – voltou à pauta do parlamento catarinense nesta semana e pode ser levado a mais uma votação hoje. Os deputados precisam agora decidir se mantêm ou derrubam o veto do governador Raimundo Colombo (PSD), anunciado em janeiro deste ano, ao projeto de lei que cria um fundo complementar de previdência para parlamentares e funcionários comissionados. O Alescprev foi entendido como inconstitucional pela Procuradoria Geral do Estado (PGE).
A matéria já tinha sido colocada em pauta ainda ontem, mas acabou não sendo apreciada por conta da sessão de homenagem ao senador Luiz Henrique da Silveira, que faleceu no domingo. Mas nos corredores da Alesc especula-se que o veto do governador não deve ser levado ao plenário enquanto o presidente da Casa, Gelson Merisio (PSD), não retornar dos EUA – onde cumpre viagem oficial – por conta do teor polêmico da matéria.
E mesmo se o vice-presidente da Assembleia, deputado Aldo Schneider (PMDB), optar por levar a votação adiante, ainda não se sabe se haverá quórum suficiente para realiza-lo hoje. Isso porque cerca de 10 parlamentares do Sul do Estado viajaram para Criciúma e demais cidades da região para conferir os estragos dos alagamentos causados pelas chuvas de segunda-feira. A Alesc tem 40 deputados e são necessários os votos de 21 deles para derrubar um veto de governador.

 

ASSUNTO: GAECO

VEÍCULO: Diário Catarinense

Seis são detidos na Grande Florianópolis

O Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) cumpriu seis mandados de prisão temporária em Florianópolis, São José e Biguaçu e 11 mandados de busca e apreensão em Biguaçu, São José, Florianópolis e Palhoça, ontem durante a operação Falsa Impressão, que apura fraudes em licitações, corrupção ativa e passiva e associação criminosa envolvendo uma empresa do ramo de informática que presta serviços de venda e aluguel de equipamentos de impressão a órgãos públicos.
Entre os presos estão dois agentes públicos e quatro pessoas da empresa de informática. Os mandados foram expedidos pela Vara Criminal da Comarca de Biguaçu por solicitação do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC).
A investigação iniciou no final de 2013 e apurou também a obtenção de vantagem indevida por funcionários públicos das cidades de São José e Biguaçu. O Gaeco é uma força-tarefa composta pelo Ministério Público de Santa Catarina, Secretaria de Estado da Fazenda, Polícia Civil, Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal.
A operação começou com uma denúncia anônima recebida pela 3ª Promotoria de Justiça da Comarca de Biguaçu, em 2 de setembro de 2013 e fez com que os trabalhos se estendessem pelo dois últimos anos.

 

Gaeco esteve na câmara de vereadores da capital
Depois de cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão em cidades da Grande Florianópolis, o Gaeco coletou provas na Câmara de Vereadores da Capital na tarde de ontem. A força-tarefa ficou no prédio entre 17h e 18h45min e fez fotos de impressoras em todas as salas e gabinetes da Casa. A empresa de informática alvo da operação na manhã de terça prestaria estes serviços também à Câmara de Florianópolis. A ação na Câmara ocorreu com uma ordem judiciail e a presidência da Casa foi informada. A assessoria jurídica do Legislativo municipal acompanhou o Gaeco na investigação, enquanto os vereadores prosseguiram normalmente com a sessão ordinária. Por nota, a Câmara informou que “vai fornecer todos os documentos e informações possíveis para colaborar com a investigação”.
Na manhã de hoje, às 11h, o Ministério Público fará uma coletiva de imprensa para falar sobre o assunto e dar mais detalhes da operação.

 

ASSUNTO: Troca de Comando

VEÍCULO: Portal da PMSC

Polícia Militar realiza passagem de comando em Correia Pinto

Aconteceu na manhã desta terça-feira (12) a solenidade de passagem de comando do 3º Pelotão da 2ª Companhia do 6º Batalhão de Polícia Militar (BPM), com sede em Correia Pinto. O major Luciano Francisco Comiotto presidiu a cerimônia de Passagem de Comando do 3º Pelotão onde o 2º tenente Igor Araújo Barros de Morais passou o comando para o 2º tenente José Luís Valerio.
Diversas autoridades prestigiaram a solenidade militar, como o comandante do 6º BPM, tenente-coronel Roberto Vidal Fonseca, comandante da 2ª companhia de Polícia Militar de Otacílio Costa, major Luciano Francisco Comiotto, major Alfredo Nogueira dos Santos, presidente da Câmara de Vereadores de Correia Pinto, José Tadeu Gonçalves, representando o prefeito municipal vereador Volni Hames, além de vereadores, representantes de órgãos municipais, autoridades locais, policiais e familiares.
Durante a cerimônia o 2º tenente PM Igor Araújo Barros de Morais, comandante substituído, fez um discurso agradecendo pelo tempo em que esteve comandando o 3º Pelotão de Correia Pinto. Fez também uso da palavra o comandante do 6º BPM, tenente-coronel Roberto Vidal Fonseca, onde falou dos ótimos serviços prestados pelo tenente Morais e desejou sucesso para o novo comandante, tenente Valério.
No encerramento houve a inauguração do retrato do ex-comandante que ficará na galeria dos ex-comandantes no Pelotão da PM em Correia Pinto. Foi entregue também uma placa com homenagem feita pelos policiais militares de Correia Pinto ao comandante substituto e um buque de flores a esposa do oficial que deixa o comando.

 

ASSUNTO: Insegurança no Centro

VEÍCULO: Notícias do Dia

Dados revelam que Centro é recordista em casos de assaltos e furtos

Thomas Silveira Cavalcanti Albuquerque, 24 anos, dirigia pela rua Duarte Schutel, no Centro de Florianópolis, às 4h15, quando teve que frear bruscamente o carro porque dois homens se jogaram na frente do Volkswagen Gol. Ao sair do veículo para ver se estava tudo bem com os pedestres, Albuquerque foi surpreendido pela reação de um deles, que se levantou rapidamente.

Com uma pistola nas mãos, ele anunciou o assalto. A dupla roubou R$ 220 e levou o carro. O caso de Albuquerque é apenas um dos 208 roubos contabilizados até 5 de maio na área central da Capital (veja quadros abaixo). Estatística da Secretaria de Estado da Segurança Pública revela que o Centro é o recordista em assaltos e furtos (são 981 até 5 de maio). Em 2014, foram registradas 506 ocorrências de roubos. Na sequência, segundo a Gerência de Estatística e Análise Criminal da SSP, este ano vem Canasvieiras, que tomou o lugar de Capoeiras na segunda colocação da tabela, com 62 roubos. A estatística revela que os furtos em residências crescem nos bairros Ingleses, Canasvieiras, Campeche e Capoeiras.

O tenente-coronel Renato Cruz Júnior, comandante da 1a Região Militar, que abrange Florianópolis, disse que a PM faz incursões e blitze nos locais vulneráveis, captura criminosos e apreende armas. Ele ressaltou que fortalecerá o policiamento no Sul da Ilha com o emprego da Cavalaria e do Canil. Em relação à área central, o oficial afirmou que a maioria das ocorrências é roubo a pedestre. “Tem gente que ostenta celular caro na rua e fica entretido nas redes sociais, sendo vítima fácil para os ladrões”, disse.

A interpretação do comandante para as ocorrências no Centro é compartilhada pelo presidente do Conselho de Segurança Comunitário do Centro, Ricardo Campos. “O cidadão também deve dificultar a ação de ladrões. A prevenção é essencial”, afirmou.

Delegado-geral quer criar equipes de investigação

As reclamações se acumulam nas gavetas das delegacias e não chegam a lugar algum por falta de investigadores. O delegado-geral da Polícia Civil, Artur Nitz, se mostrou preocupado com a vulnerabilidade da segurança pública na cidade e prometeu que ainda este mês criará equipes de investigação com pelo menos cinco policiais. “Ainda não sei de onde vou tirar policial para formar as equipes, mas pretendo retomar esta função que é nossa prerrogativa”, disse.

Adriano Vitório, proprietário de uma barbearia na rua Fernando Machado, critica a falta de policiamento à noite e na madrugada. Vitório foi vítima dos ladrões, que estouraram a porta de vidro da barbearia para roubar televisão e um secador. “Reviraram as gavetas e jogaram produtos e aparelhos no chão”, contou.

Preso suspeito de arrombar cinco lojas no Campeche

A Polícia Militar intensificou o policiamento no Sul da Ilha, onde a onda de furtos estava numa crescente. A ação deu resultado: o espanhol Antônio Claugio Chamorro, 42 anos, suspeito de arrombar cinco lojas no centro comercial do Campeche, na semana passada, foi preso. No ataque, filmado por câmeras de vigilância, ele aparece chutando portas e atirando uma lajota na porta de vidro. Chamorro foi autuado em flagrante na Central de Plantão Policial e está sendo investigado por mais furtos na região.

Segundo os proprietários das lojas invadidas, o ladrão queria apenas dinheiro. Ele furtou R$ 300 de uma loja de confecção, R$ 350 de uma academia e mais R$ 200 de outra loja. O ladrão fugiu em uma bicicleta que havia roubado uma semana antes no mesmo prédio comercial.

ASSUNTO: Atendimento a Emergência

VEÍCULO: Portal do CBMSC

OBM DE CRICIÚMA FORMA TURMA DO CBAE

     

 

O Corpo de Bombeiros Militar de Criciúma formou na quinta-feira (07/05) a 1ª Turma no Curso Básico de Atendimento a Emergência (CBAE) do ano de 2015, preparando 33 integrantes da comunidade para atuarem na primeira resposta em acidentes e princípios de incêndio.

A solenidade de entrega dos certificados aos formandos, que adquiriram a capacitação de Agentes Comunitários de Proteção Civil Nível I, foi realizada no quartel sede do 4º Batalhão BM, no centro da cidade. Além de preparar os participantes para agirem em situações de emergência, o CBAE é a primeira etapa da preparação para quem pretende tornar-se Bombeiro Comunitário, atuando de forma voluntária no apoio às guarnições militares no atendimento à comunidade.

“São mais 33 cidadãos que contribuirão para a segurança da comunidade” frisou o Subcomandante do 4º Batalhão de Bombeiros Militar, Major Aldrin Silva de Souza. A aluna Mariângela dos Passos Hilário destacou-se com o melhor desempenho intelectual, obtendo a média dez e recebeu uma homenagem da Corporação. Na oportunidade foi entregue ao paraninfo da Turma, Engenheiro Civil Maxwel Régis Carvalho Costa uma lembrança pelo apoio aos formandos.

Prestigiaram a solenidade o Subcomandante do 4º Batalhão (Criciúma), Major Aldrin Silva de Souza; o Capitão Diego Maciel Serafim, Chefe do B-4 do 4ºBBM e o Chefe do B-3 do 4ºBBM, Tenente Renan Fernandes; familiares e amigos dos formandos.